Na cadeira onde me sento, penso e teclo coisas que me vão na alma. Coisas que vou observando no dia a dia, que mexem comigo e com o meu Povo

Art. 13º, n.º 2 da Constituição
"Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual". É assim que conta na Constituição da nossa República.
23
Ago 14
Pomba da paz e da saude

Um texto bíblico

para a minha amiga Odete Vital Bicho com o desejo das melhoras.

 

Jesus!... Tem piedade de nós

 

     Jesus e seus discípulos partiram para Jerusalém. A estrada que seguiram passava pela fronteira entre Samaria e a Galileia. Quando chegaram aos arredores de uma aldeia, foram saudados por dez homens.

     “Jesus! Mestre! Tem piedade de nós” – gritaram eles.

Jesus reparou nas suas roupas rasgadas e cabelos desgrenhados. Então, à medida que se aproximava, observou a sua pele: todos tinham a mesma doença terrível! Esta era simultaneamente contagiosa e incurável.

     Ninguém se atrevia a aproximar-se de quem a tinha.

     Os homens estavam condenados a viver como párias.

     Jesus não pareceu preocupar-se. “Vão ter com os sacerdotes” deixem que eles vos examinem” – disse aos homens. “Eles poderão afirmar se já estão suficientemente bem para voltarem a fazer parte da comunidade.”

      Os homens saíram apressadamente. “Não sei o que dirão os Sacerdotes“

          - Disse um deles.

          “Quando arregaçar a minha manga eles verão o meu braço doente. Vejam só!”

     O homem arregaçou a manga e soltou um grito. Quando é que isto melhorou?” -  gritou ele. Os outros homens começaram a verificar a sua própria pele. De repente, perceberam o que se passara. “Estamos curados!” – gritaram eles. “ESTAMOS CURADOS!”

     Começaram a cantar e a aplaudir. “Vamos obter a autorização dos sacerdotes e então podemos começar a festejar” – disseram eles.

          “Vamos! Não há tempo a perder.”

      Eles desataram a correr… mas, então, um parou a sua marcha. “Esperam” – disse ele. “O curandeiro…”

     Subitamente, voltou-se o correu na direcção oposta. “Louvado seja o Senhor!” “Louvado seja o Senhor” – gritou ele. Atirou-se para o chão aos pés de Jesus.

           “Obrigado – disse ele. “Muito obrigado de todo o coração.”

           “Eu curei dez homens” – disse Jesus. “No entanto, apenas um voltou para agradecer a Deus – e ele é o samaritano”.

     E sorriu para o homem. “Foi a tua fé que te salvou” – disse Ele.

 

Fim

 

As fotos aqui apresentadas são livres de copyright e retiradas da Net.

 

       Nelson Camacho D’Magoito

               “Contos bíblicos”

             © Nelson Camacho
2014 (ao abrigo do código do direito de autor)

publicado por nelson camacho às 04:42
sinto-me:

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

35 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO