Na cadeira onde me sento, penso e teclo coisas que me vão na alma. Coisas que vou observando no dia a dia, que mexem comigo e com o meu Povo

Art. 13º, n.º 2 da Constituição
"Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual". É assim que conta na Constituição da nossa República.
24
Set 08

 

Desculpa, hoje falei de ti.

     Há coisas que não entendo, no entanto, estou sempre aberto a novas ideias, opiniões, gostos e situações.

     Hoje recebi entre a catadupa de e-mail diários, um do meu amigo Bicho acompanhado do seguinte solicitação:

- “Preciso de um favor teu, hoje recebi essa mensagem e gostava que fosse reenviada, lê baixinho: 'Jesus eu te adoro e preciso de ti, vem para dentro do meu coração agora'
Envia para 15 pessoas e terás um milagre essa noite.
obs: não ignore porque terás uma surpresa.”-

     Eu lembro-me de há uns anos atrasados ser este o sistema que muita gente que não tinha mais que fazer, proceder desta mesma forma mas por carta e no fim da mesma, para alem de dizerem que receberíamos uma surpresa ainda nos ameaçavam de se não o fizesse-mos iríamos ter um azar na vida.

     Meus amigos. Quanto a mim! Primeiro: Para que não acredita em bruxas e não pode com elas, acho estranho estas missivas. Segundo: Quando se promete uma surpresa (benesse) a coisa cheira-me a esturro. Terceiro: No caso das cartas, tinha-se era azar pois tenhamos a despesa da carta e respectivo selo vezes quinze. Quarto: Sendo este sistema actualmente utilizado na net via e-mail é um abuso de confiança.

     Como acho que a estrada da informação tecnológica não serve para isto é obvio que não vou mandar nenhum e-mail para os meus amigos ou desconhecidos no entanto deixo aqui o respectivo texto-oração, para vossa apreciação.

     No local da imagem alterei-a a meu gosto pois a original é de bastante mau gosto.

     Se tem opinião sobre este assunto, gostava de receber a vossa opinião. Desta me despeço, até ao próximo poste em qualquer dos meus blogues.

Nelson Camacho D’Magoito

JJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ

Vamos à oração!...

“Desculpa,
sei que tu és uma pessoa muito especial mas,
hoje falei de ti...
É... foi até de propósito!!!
Eu estava a falar com DEUS quando resolvi falar de ti.

Eu pedi que ELE te cobrisse de protecção
e te fizesse muito FELIZ.
ELE disse para eu não me preocupar.

E ainda me pediu que eu te dissesse que ELE te ama muito
e vai fazer o possível,
e principalmente o impossível,
para nunca te ver triste.
Pediu-me ainda para te dizer que ELE sabe que ás vezes
vais pensar que ELE
não está do teu lado,
ou que irás questionar
o porquê de muitas coisas terem acontecido, ou
não terem acontecido na tua vida.
Mas que um dia irás olhar para trás e dizer:
Como DEUS faz as coisas certas,
hoje eu vejo que tudo é na hora certa e que ELE não falha…

Olha só quem veio comigo!!!
Ele quer te abençoar.”

 

Adão e Eva - Desenho de Tamara

 

Um abraço a todos e vá lá! Não tenham dedo de comentar estes meus desabafos que vou tendo quando na "cadeira me sento".

 

Nelson Camacho D'Magoito 

 

publicado por nelson camacho às 14:03
sinto-me:
música que estou a ouvir: Melodramma de Andrea Bocelli

15
Set 08

 

Em Setembro eu acerto o passo

 

     Nos bloges que por ai vou escrevendo umas coisas de acordo com o meu estado de espírito inserindo cada tema em cada blog próprio, já tive oportunidade de escrever sobre a rentrée politica e sobre as minhas férias, agora chegou a vez de vos falar de Setembro.

     Setembro é o mês do inicio de muitas coisas, são as rentrés politicas, é o regresso à escola, é o fim do verão, é o inicio de um novo amor que se encontrou nas férias, são o inicio dos grandes espectáculos, são as estreias dos filme laureados, é um novo livro a sair, é um novo disco com temas a espreitar a calma do inverno, é o refazer das contas até ao subsidio do Natal, é o repensar na vida no seu todos.

     É em Setembro que acertamos o passo para mais um ano de trabalho.

     É em Setembro que os dias começam a diminuir. O signo que rege este mês é da natureza da terra, talvez por isso, comece a ser frio e seco. As pessoas nascidas nesta constelação entre Vénus e Júpiter procurem viver para a ordem, planeando a vida, e sendo perfeccionistas, são também curiosos e com necessidade de ajudar o mundo. Bons amigos e atenciosos.

     Setembro é o fim de algumas frivolidades que vamos guardar numa caixinha de recordações, algumas vezes até as fechamos nos nossos corações mas é também o inicio de outras aventuras para que estamos guardados e não sabemos, talvez até a morte. Quem sabe?

Os dias ficam mais curtos e as noites mais longas para sonharmos com a felicidade que julgamos ter direito mas que não vem.

     É em Setembro que as instituições que regem o nosso país voltam ao trabalho e ficamos na esperança que tudo isto melhore.

     Acabem com a criminalidade que nos assalta a cada dia, que as reformas dos incapacitados sejam melhoradas, que acabem com as filas de espera para uma consulta ou uma operação, que os políticos não mintam mais e cumpram com o prometido, que acabem as guerras, a fome e com os imbecis que proliferam nos gabinetes do poder, que acabem com as barracas onde vivem seres humanos à laia de porcos, que acabem com a ideia que todos devem ser doutores, engenheiros, advogados, médicos, arquitectos e políticos. O país precisa de gente que trabalhe e não deixem que os imigrantes ocupem os nossos lugares.

     Porque razão é raro ver um português, na indústria hoteleira, nas oficinas, na construção civil, nas limpezas, será que todos querem ser doutores? Porque razão há milhares de desempregados a viver à conta do Fundo do Desemprego? Não será da política do Senhor Sócrates? O português não é calão, quando vai para o estrangeiro trabalha. Porque será? Será o nosso Fado?

     Em Setembro é o mês da mudança, vamos repensar no que fizemos e o que queremos para nós e para os nossos filhos.

     É tempo de mudança, arregacem as mangas e não esqueçam que há sempre uma luz ao fundo do túnel.

     Deixo-vos com um poema do meu amigo Fernando Tordo escrito em 1995 e incerto num CD “Calendáritordo” de 1997.

 

 

Setembro

 

Setembro é o que diz se vou a jogo ou passo

Setembro é carta

Setembro embaraço

em Setembro eu decido o que faço

em Setembro eu acerto o passo

com o tempo com a vida com o espaço.

 

Setembro é que diz se continuo ou paro

Setembro é o palpite

Setembro é o disparo

em Setembro é o escuro e o claro

em Setembro é que eu me deparo

com o incerto com o estranho com o raro.

 

altura de tudo repisar de não dizer de repensar

o que é profundo ou montanha

altura de querer construir e destruir e resistir

Setembro vontade tão estranha.

 

Setembro é que diz se ainda vale a pena

Setembro é poeta

Setembro é a cena

Setembro é que absolve ou condena

Setembro é inocência ou é pena

E a alma ou é grande ou é pequena.

 

» Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem sentir-se melhor e mais feliz.

(Teresa de Calcutá)

 

 

Nelson Camacho D’Magoito

 

publicado por nelson camacho às 03:43
sinto-me: com força para recomeçar
música que estou a ouvir: Setembro de Fernando Tordo

05
Set 08

     Hoje vou levantar-me da minha cadeira de baloiço onde penso vejo e revejo as coisas do dia a dia e vou à festa!

     Quero alertar os meus leitores e os KusKas que este post não tem qualquer sentido político mas sim a divulgação de uma festa que eu gosto e lá estarei conforme milhares de outros como eu. “Ser diferente não é defeito, por vezes até é virtude”Nelson Camacho.

     Festa rija como poucos são capazes de organizar, aliás já tive oportunidade de a publicitar em “Manuela Ferreira Leite, porque não te calas?”

     Mas vamos ao que interessa.

     Já lá vão 32 edições da FESTA do AVANTE que o PCP (Partido Comunista Português) organiza. (Avante foi o nome que foi dado em 1931 a um jornal, que no principio, era uma folha clandestina e que era distribuída também pelos estudantes. Eu chegai a distribui-lo na altura em que até era proibido aprender o Esperanto) bem, mas isso é outras histórias que um dia contarei. Agora o que efectivamente interessa é que durante três (3) dias vai haver festa da rija na Quinta da Atalaia.

     Começa hoje e abre as sua portas às 19:00 horas indo a festa até Domingo às 23:00.

     É a maior festa cultural e diversificada que se leva a efeito no nosso país, devendo-se a sua realização da capacidade dos militantes do PCP e da JCP – e seus amigos – numa estreita generosidade e de um imenso trabalho.

     Esperam-se como é costume milhares de visitantes crentes, simpatizantes e não simpatizantes pois a festa é de todos e para todos os portugueses.

     É uma Festa de amizade entre os povos e várias culturas

     Nesta Festa vamos ter: Desporto, exposições, gastronomia, artesanato, as novas tecnologias, a rádio, o teatro, a dança, os livros e os espectáculos dos mais diversos, dando como destaque no dia da abertura uma novidade ‘Grande Gala de Ópera’.

     Centenas de artistas abrangendo as mais variadas expressões musicais, estarão nos vários palcos, desde as populares às vanguardistas. Entre amadores e profissionais, aqui fica a sua lista.

     Nos entre tantos ainda vai haver espaço para homenagear o Senhor do “O Evangelho segundo Jesus Cristo” ou seja o nosso maior escritor da actualidade, José Saramago, assinalando a passagem do 10.º aniversário da atribuição do Prémio Nobel.

 

Os preços para estes dias são o seguinte:

Hoje:…………………….. 19,00 Euros

Amanhã:…………………. 23,00 Euros

Domingo:………………... 15,50 Euros

Entrada permanente:…... 27,00 Euros

 

 

 

Grande Gala de Ópera

The Coal Porters

André Cabaço

André Fernandes Quarteto

     com Mário Laginha

Blue Big Band (Brasil)

Big Band do Hot Clube de Portugal

Camané (a voz do Fado)

Da Weasel

David Binney – Quinteto

       com Mark Turner

Eneida Marta

Fado Morse

Faith Gospel Choir

Galandum Galundaina e

Toques do Caramulo

Grupo Moncada

Júlio Pereira

Júlio Resende Quarteto

Krissy Mathews Blues Band

Kumpania Algazarra

Mind da Gap

Mu

Navegante

Nuno Mindelis & Blue Bog Band

Pedro Jóia

Skalibans

Tabanka Djaz

Telectu com Jonas Runa e Steve Noble

Terrakota

Tucanas

Vieux Farka Touré

WrayGunn

X-Wife

Xaile

Xutos & Pontapés Rock & Roll Big Band

 

Diz-se que todos os caminhos vão dar a Roma. Pois para a Atalaia também é assim!

Os transportes possíveis de utilizar

De Autocarro

Lisboa – Cacilhas

Cacilhas - Atalaia

De Barco

Cais do Sodré - Cacilhas

Cais do Sodré – Seixal

De Comboio

Lisboa – Foros de Amora

Setúbal – Foros de Amora

De Carro próprio

Nas redondezas da festa há parques de estacionamento à borla

 

     Meus amigos, espero que este post sirva de alguma coisa, quanto mais não seja para lembrar que com um sorriso a gente vai lá.

     Eu vou lá estar olaré………….

 

 

Nelson Camacho D’Magoito

 

publicado por nelson camacho às 16:35
sinto-me: Livre
música que estou a ouvir: Moda do Entrudo de José Afonso

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
arquivos
2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

34 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO